Arquivo de etiquetas: Análises

OE às 16:35 por QZP

Às 16:35 estavam inseridas 1787 ofertas de escola, sendo que o QZP que mais pedidos tinha era o de Lisboa Ocidental com 189, seguido do Porto com 161.

Curiosamente o terceiro QZP com mais pedidos era o do Algarve com 152 e só depois é que vinha Braga com 139.

O QZP com menos pedidos de horários a esta hora era o de Bragança com 15 horários seguido do Alentejo Central com 29.

Quadro com o número de horários por QZP.

OE às 16:35 por grupo de recrutamento

Nos dados que recolhi a esta hora em todas as ofertas de escola (apenas não adicionei habilitações para os grupos específicos de harpa, violino e por aí fora por serem mais de 20) é possível fazer uma análise aos grupos de recrutamento que têm mais necessidades.

O total de horários pedidos era de 1787, sendo que os grupos com mais pedidos eram os: 550 com 521 horários, o 350 com 172, o 600 com 153,o 540 com 147 e o 430 com 81. No meio desta lista estava o pedido de técnicos especializados com 169 horários pedidos.

No fim da lista está o grupo 210 com apenas 2 pedidos de horários.

Lista de todos os horários pedidos por grupo de recrutamento.

Irá o 75/2010 travar o pedido de aposentações?

Numa análise muito geral a resposta é sim. E porquê?

Os primeiros beneficiados com a entrada em vigor do Decreto-Lei 75/2010 são os docentes do indíce 299 que estão com mais de 6 anos de serviço nesse indíce, quase na sua totalidade docentes com bacharelato.

Estes docentes pelo facto de nunca terem tido expectativa de subir ao indice 340 pelo facto de tal ter sido sempre impedido aos docentes Bacharéis, encontram novo ânimo para continuar no ensino.

Tendo em conta que a penalização actual sobe para 6% por cada ano que falte para a idade legal em vigor e que o vencimento sobe cerca de 300 euros mensais, um grande número de professores irá optar por continuar no ensino por mais alguns anos.

Nota: Não critico este novo facto, até considero bastante justo que tal possa acontecer, acontecessem também outras vantagens maiores pelo grau de qualificações dos docentes (especializações, mestrados e doutoramentos)