E se a avaliação docente for suspensa?


Conforme já referi, não resta ao governo PSD/CDS tomar como uma das primeira medidas a suspenção a Avaliação de Desempenho.
A coerência das posições assumidas recentemente, com a aprovação parlamentar dessa suspensão, torna obrigatória que esta seja a primeira medida a tomar para a área da educação.
Haverá sempre quem esteja a favor ou contra.

Porque considero este modelo injusto e demasiado burocrático estou no lote daqueles que acham que o modelo deve ser revisto sem que existam beneficiários abrangidos por estes dois ciclos avaliativos, por isso sou a favor desta suspensão avaliando o que de bom se pode ter feito e com as emendas necessárias para um novo modelo de avaliação.

O que acho é que poucas coisa de boas se fez, mas isso é a minha opinião.

21 comentários a “E se a avaliação docente for suspensa?”

  1. Não me parece que o façam… Tal como o FD já disse a suspensão a esta altura iria gerar vários problemas, mas aceito perfeitamente que se revoguem alguns elementos como a influência da avaliação na graduação e se modifiquem outros, como por exemplo o modelo de auto-avaliação.

    Mas como já tive oportunidade de escrever, não acredito mesmo que tomem alguma medida que impeça este modelo de chegar ao fim…

    Abraço

  2. Ricardo e FD.
    Conseguem imaginar continuar a partir de Setembro um processo de Avaliação que vai proceder à classificação dos docentes sabendo que quer PSD quer CDS vão querer uma alteração ao modelo de avaliação?
    Conseguem imaginar como irão dar cobertura a um processo que será extinto a breve prazo e da qual discordam?

    HAJA COERÊNCIA.

  3. Arlindo,
    Muito simples. Alteração do final do ciclo avaliativo para 31 de Agosto de 2011!
    Suspender, depois de saberem a asneirada que ia dando tal acto, é que é falta de coerência.
    Um abraço.

  4. Concordo contigo, Arlindo!
    Mas desconfio que a coisa não passará por aí…
    A ver vamos…. ainda com esperança…
    Um abraço,
    Elsa Dourado

  5. A asneirada que deu não se prendeu com o acto em si, mas com a forma como foi feita.
    A partir de Julho temos um governo com poder legislativo para essa anulação. Embora o ciclo avaliativo termine em 31 de Agosto de 2011 ele decorre até final do ano civil com a atribuição das classificações até 31 de Dezembro.

    Haja vontade de dar sinais de mudança, por pequenos que sejam.
    Não perdi essa esperança.

  6. “modelo deve ser revisto sem que existam beneficiários abrangidos por estes dois ciclos avaliativos”

    quem diz que o próximo vais ser mais “justo”?
    “Seguir o modelo dos privados”… ?? é cair na arbitrariedade das direcções…

    se se começa por revogar artigos deste… o que sobra? numa “avaliação” haverá sempre “beneficiários”, não?

    se se anula… o que se propõe? Anular no vazio porque sim, não parece consistente…
    há muito trabalho realizado… passar uma esponja?

  7. Não tens a mínima ideia do impacto que essa medida teria, senão nem arriscarias tamanho disparate.

  8. Pode e deve ser anulada e com efeitos retroactivos, porque esta avaliação é de uma injustiça de todo o tamanho, só traz divisões entre os professores. Nesta altura em que vamos estar congelados mais de 10 anos, não se justifica esta avaliação. Por isso não vejo qual é o problema anular esta avaliação….

  9. Como relatora, espero que acabe e já…pois a vontade de olhar para aquelas fichas é nenhuma; nunca tive muito jeito para teatro e quem considerar disparate anular esta avaliação deve estar muito fora da realidade ou então gosta de ver a hipocrisia que se tem vindo a instalar nas nossas escolas e não me digam que na vossa escola corre tudo bem pois isso é mais um sinal de quem é hipocrita!

  10. Uma classe que não sabe respeitar pontos de vista,

    que supostamente deveria atender e praticar o rigor e transparência, e deveria exigir que os outros o fizessem;
    parece estar preocupada com questões pessoais… menores. O que revela mais a mediocridade de um povo que outra coisa.

    Ainda não perceberam que a “avaliação” veio para ficar. E o congelamento também.

    O que está em causa é o existir ainda um modelo pior, que inevitavelmente põe fim “à escola pública”

    *quem não quer pedir avaliação não peça, quem não quer ser relator peça escusa.

    com ou sem avaliação ninguém vai a lado algum, fiquem descansados.

  11. Continuamos a viver no país das….maravilhas!

    Já agora se não quer trabalhar, não trabalhe e se não quer ser professor ,nao seja.
    De classe nunca teve muito … e cada vez tem menos; talvez se tivesse nao estaríamos nesta situação .

    Venha a avaliação externa; Acabem com a avaliação entre pares !!

  12. “Venha a avaliação externa; Acabem com a avaliação entre pares”

    sem comentários

    ou é ingeniudade, ou má fé, ou ainda circunstãncias locais que não podem ser generalizadas.

    desde avaliação pela direcção à externa, esta parece-me a melhor em termos de equidade e transparência no processo (se não o é, é porque alguém anda a dormir na escolas em que estão… a começar pelo próprio que se “lastima”).

    É verdade, a opção “não avaliação”, não existe. É bom não esquecer.

    Mas quando provarem qualquer uma das duas outras opções, que há-de vir por aí, não se esqueçam de escrever aqui comentários.

    Porque não somos “hipócritas”, somos antes uns “iludidos”.

  13. Porque será que conseguimos ver só algumas coisas?
    Respeitar opinões fica bem a todos ou não?
    Se não queremos que opinem sobre o que nos vai na alma, ( ou não, pois por vezes, diz-se aquilo que parece bem, que soa bem ou ainda que nos fica bem dizer), devemos remeter-nos ao silêncio…

  14. Acaba em 31 de Dezembro. Por outro lado, existem Escolas Profissionais, ainda, com aulas em princípios de Julho…
    Até 31 de Dezembro PPC tem muito tempo para ser coerente.

  15. Avaliaçao – Ja fui observado (por imposiçao de escalao), pelo que pouco mais tenho a fazer …. copiar a auto-avaliaçao e pouco mais …. mas nao aceito que digam que eh trabalho deitado fora – tudo o que foi feito eh um lixo … vale zero e so serviu para fazer palhaçadas e distrair do trabalho principal dos profs. Tb entendo que devia ser tudo ANULADO e Ja depressinha por forma a nao criar mais um problema nos concursos (porque nas progressoes ja sabemos os que nos espera ).
    PS nao vi, mas garantiram-me que um “famoso prof” de Mat numa Sec, ensaiou toda a aula observada com os alunos dois dias antes – e chegados aqui, ha quem ache o acto ate uma ideia a seguir ….. pois eu acho que isto nao eh uma peça de teatro …

  16. Sinceramente espero que aquilo que é a avaliação dos docentes actualmente seja supensa já ainda neste ciclo.

    É uma verdadeira palhaçada que não serve os interesses de ninguém a não ser dos que querem a destruição do ensino e a instauração de um sistema de compadrios e corrupção na gestão das escolas.

    Que seja suspenso o actual modelo o mais brevemente popssível, ontem se tal for realizável é o desejo de quase todos os docentes, e que venha um novo modelo de avaliação, digno, menos burocrático, e feito por entidades externas longe dos compadrios e afins.

Os comentários estão fechados.