The Struggle Men

httpv://www.youtube.com/watch?v=f8J0Nf37eQw&feature=player_embedded#at=773

Com gente desta não há troika que resista. Dá-lhes Falâncio.

Anúncios

Provas de aferição vão realizar-se mesmo com greve

O Ministério da Educação confirma a realização das provas de aferição de Língua Portuguesa na sexta-feira (dia 6), dia de greve nacional.

A paralisação foi marcada pela Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública e que abrange o pessoal auxiliar das escolas.

Fonte do gabinete da ministra Isabel Alçada diz à Renascença que as escolas têm autonomia para gerir a situação, de modo a assegurar que as provas se realizem com normalidade.

Os testes destinam-se aos alunos do quarto e sexto anos do ensino básico.

Tendo em conta que toda a distribuição de serviço para o dia 6 e 11 de Maio compete aos docentes (secretariado de exames e aplicadores) que não estão abrangidos pelo pré-aviso de greve é natural que não seja preciso muita imaginação para perceber qual a autonomia que as escolas têm para gerir essa situação, apesar de existir um intervalo entre as duas partes da prova de aferição.

A sondagem finlandesa

Portuguese aid package divides Finns

 

The Portuguese bailout package has divided Finns in two, according to a survey published by national daily Helsingin Sanomat on Tuesday.

Some 38 per cent of Finns told that they supported the bailout package, while some 36 per cent responded that they oppose propping up Portugal. A quarter did not state an opinion either way.

True Finns supporters were the most keen to reject the EU’s aid package, with almost four in five responding that they were opposed to it.

National Coalition supporters were much more permissive with close to two in three supporting the bailout. Centre supporters were similarly pro the aid package.

Polling company Taylor Nelson Sofres (TNS) carried out the survey by interviewing some 1,200 Finns. The margin of error was stated at just under three percentage points in either direction.