Aqui no Norte temos muitas dessas, dizem: LISBOA


 

Quem por estes dias andar de olhos postos nas indicações da cidade de Lisboa pode ficar confuso. Uma placa indica que o FMI fica na Avenida da Liberdade. Bruxelas é pouco depois, nos Restauradores. Na Rua Braamcamp, na casa do primeiro-ministro, José Sócrates, uma placa informa que ali mora agora Angela Merkel. Já o Banco de Portugal passou a ser a sede do Banco Central Europeu. Uma estranha imposição da ajuda externa? Nada disso. Esta foi a forma que um artista bem-humorado encontrou para protestar contra o actual estado do país, numa iniciativa que fez coincidir com a entrada do Fundo Monetário Internacional em Portugal.