Concursos a 18 de Abril?


É a previsão que deixo hoje, dia 13 de Abril.

Uma andorinha passou por aqui e avisou-me.

A começar o concursos para contratação neste dia e tendo em conta o prazo de 10 dias para apresentação de candidaturas a aplicação estará aberta entre o dia 18 de Abril e o dia 3 de Maio.

Seguindo-se os procedimentos habituais de validação pelas escolas e rectificação de campos alteráveis e nova validação durante a primeira quinzena de Maio.

Possivelmente com a publicação da lista provisória no final de Maio seguindo-se o período para reclamações e análise das mesmas até meados de Julho.

É muito provável que a manifestação de preferências ocorra durante o mês de Agosto tal como aconteceu o ano passado. Não esperem milagres.

Anúncios

17 thoughts on “Concursos a 18 de Abril?”

  1. Mas o que é mais triste no meio disto tudo é o facto de “ambas as duas” serem válidas e não concorrerem uma com a outra!!! :S

    Há uns anos também abriu concurso externo para umas míseras vagas de quadro… Se é que me percebes… 😉

  2. Eu sei que não há orçamento de Estado para 2011 que suporte a manutenção de Área de Projecto, Estudo Acompanhado e o par-pedagógico de EVT, mas neste momento que se lixe. As alterações curriculares foram chumbadas e vêm ai 80 mil milhões. Alterem o OE, estamos habituados.
    O FMI não faz curriculos.
    O 79º? Se calhar…

  3. Bom dia, e estes concursos serão só para contratados? E para DAR?
    Ó colega explique lá melhor por favor.
    Boa Páscoa

  4. Um Agosto sem estar agarrada ao computador e aos papéis a preencher a aplicação, nem era Agosto, pá! 🙂

    Agosto que se preze tem concurso anexado.

    Este ano. Para o ano já não teremos essa chatice. Teremos outra, talvez: continuarmos agarrados aos computadores a concorrer às OE- os “ses” do Ricardo no Lusos.

  5. Paula e Isabel. O concurso para DAR foi uma possibilidade que ficou em aberto durante o mês de Fevereiro mas entretanto o governo caiu e o Ministério da Educação “deixou de existir” e até hoje mais nada se falou deste assunto.
    Como estamos numa fase de pré-campanha eleitoral e sendo esta medida isenta de custos adicionais se alguém quisesse aproveitar-se desta situação, que é estritamente uma decisão política, abria concurso de mobilidade conforme tem sido a exigência da FNE.
    Mas como temos visto o ódio deste governo aos professores é tão grande que tenho dúvidas que lhes interesse agradar a alguns professores.
    Mas não sei…

  6. Este ME não respeita ninguém, todos os anos altera as condições de concurso, muda as etapas concursais, muda os nomes das aplicações, não informa com antecedência o início do concursos e as suas etapas…. enfim… não têm respeito por ninguém! E de facto, também acho que este ministério em fim de vida nos vais fazer sofrer até às últimas….
    Em anos anteriores concorri aos Açores e a Direcção Regional elabora uma calendariazação logo no início do ano lectivo e faz cumprir todas as etapas dentro dos prazos estipulados! Aqui, no Continente, reina a ausência de informação e promove a ansiedade de milhares de pessoas! É uma tristeza….

  7. isto está muito confuso! Eu estou com Dar num agrupamento. Se a colega volta vou para o meu lugar de origem, certo? No meu lugar está uma QZP.
    Castelo de cartas: a colega que éstá em destacamento no meu agrupamento volta, eu volto para o meu de origem e a QZP vai para onde? mas nem eu sei se a primeira volta!
    Como pode DACL ser segunda?
    Isto está tudo ao contrário.

  8. Paula, os DAR mantêm-se em lugar de mobilidade por 4 anos desde que subsista componente lectiva.
    Ninguém de fora pode tirar-te o lugar.
    Quando sair o aviso de abertura vou procurar esquematizar todo o processo.

  9. Não é ninguem de fora, mas a titular do lugar onde eu estou destacada, se ela voltar, eu não tenho componente lectiva. E sem sombra de duvida que não quero de maneira nenhuma menosprezar a situação dos contratados, também já o fui 9 anos, tenho 20 anos de serviço, efectivei há 2 e estou perto de casa, ir para 30 km não é nada que não se faça, era bom que fossemos todos dos quadros, ou pelo menos menos não houvesse esta discrepancia de vencimentos, eu estive 9 anos nos Açores e sempre ganhei como os colegas dos quadros. Enfim, mas acho que bolas, chega a uma altura que pensamos deixar os outros gastarem os pneus! sem ofensa.
    Hoje liguei para o meu sindicato, mas ninguem sabia de nada! lol! Acho que está na hora de mudar, mas para onde?

  10. arlindovsky

    Também estou em DAR. Sou efectiva numa escola a 100Kms de minha casa mas consegui o DAR (por 4 anos) para uma escola a 8Kms. O meu grande receio é que não haja horário para mim…

Os comentários estão fechados.