EVT VAI VENCER

E os que acharam que a luta dos professores de EVT era muito fraquinha e que precisavam da força de uma grande estrutura por trás vão ter de engolir um sapo.

Mas como se vão encavalitar na vitória dos professores de EVT, esse sapo não vai ser engolido em público.

Eu sei que a irritação tem sido grande nas últimas semanas, mas por amor de deus, não deem tanto nas vistas, tá bem?

Sobre A Reorganização Curricular – CDS

De: Henrique Borges <Henrique.Borges@cds.parlamento.pt>
Data: 17 de Fevereiro de 2011 12:34
Assunto: EVT : Correio do Cidadão – Manifesto sobre reorganização curricular EVT
Para: “manuela.rolao@gmail.com” <manuela.rolao@gmail.com>

Exma. Professora
Manuela Rolão

O Grupo Parlamentar do CDS/PP agradece a Vossa comunicação e pede desculpa pela demora na resposta.
A reorganização curricular agora plasmada no Decreto-Lei n.º 18/2011, vem realizar alterações que consideramos preocupantes para algumas áreas do nosso curriculum.
Desde que foi conhecida a proposta do Governo para esta revisão curricular, o CDS recolheu informação, reuniu com Associações de Professores de Educação Visual e Tecnológica e com sindicatos. Recolhemos inúmeros contributos o que nos possibilita agora a trabalhar sobre este Decreto-Lei. De salientar os pareceres conhecidos do Conselho Nacional de Educação e de algumas Instituições de Ensino Superior que se dedicam à investigação e estudo dos programas e currículos.
O CDS/PP sempre considerou adequado suprimir o Estudo Acompanhado e Área Projecto dos planos curriculares de alguns níveis de ensino integrando a sua carga horária nas  disciplinas de Português e de Matemática.
Já relativamente ao par pedagógico, cientes da origem desta disciplina, não podemos concordar com a sua extinção, pois sem alterar o Programa, é impossível faze-lo cumprir com um único professor, já que o par pedagógico não é a soma de dois professores, mas sim a complementaridade dos dois professores. Não podemos deixar de notar que a actual equipa do Ministério da Educação, que tanto defende a abertura da Escola à Comunidade, venha agora cortar no fio de ligação que existe, pois temos consciência que é no âmbito da Educação Visual e Tecnológica que preferencialmente se realiza esta ligação. Só quem não conhece o funcionamento de uma escola pode ignorar isto.
Depois de conhecido que é o Decreto-Lei, vai agora o Grupo Parlamentar trabalhar no sentido de corrigir erros graves do diploma.

Atentamente

Henrique Lobo Borges
Assessor do Grupo Parlamentar do CDS/PP
Palácio de S. Bento 1249-068 Lisboa
Tel: 21 391 75 60
hborges@cds.parlamento.pt

httpv://www.youtube.com/watch?v=xXy0eF_CGdo