E os professores querem mesmo acabar com esta ADD?


Candidataram-se mais de 600 docentes a avaliadores

Vinte e cinco professores do ensino não superior iniciaram ontem um curso de formadores especializados em avaliação de desempenho docente. Os docentes terão mais de 300 horas de formação, adiantou o secretário de Estado Alexandre Ventura.

Prevê-se que em Abril um segundo grupo inicie uma formação idêntica. Para frequentarem estes cursos, os docentes têm de ter no mínimo o grau de Mestre. Serão estes professores que, depois de concluídos estes cursos, irão dar formação “aos formadores dos relatores”.

Anúncios

7 comentários a “E os professores querem mesmo acabar com esta ADD?”

  1. Claro que não querem porque já perceberam que por detrás da contestação estão os do superior a querer comer do bolo à conta do ensino básico. Apesar de tudo é mais justo que sejam os mais experientes e habilitados os avaliadores. Esqueçam essse disparate que politicamente é risível negarem-se à avaliação.

  2. O que estava no site da DGRHE era uma formação para formadores, com 60 horas de duração, ao longo de 4 meses…

    Estes formadores ficam habititados a dar formação PAGA pelo Ministério aos outros docentes, por esse país fora.

    Pergunto: O que os atraiu? Não seria o facto de ser uma formação lucrativa, ao contrário de todas as outras?

  3. quem são?

    Uma foi dirigente do SPN

    Isabel Maria Azevedo Ferreira Cruz, directora do Centro de Formação da Associação de Escolas da Trofa
    Dirigentes do SPN 99/02
    24 nov. 2009 … Isabel Maria Azevedo Ferreira Cruz, sócia n. 19 524

    Outra é da contestária escola de barcelos

    Ana Maria Macedo Martins é Professora de Inglês do 3º ciclo e secundário há 25 anos e exerce funções, neste momento, na Escola Secundária de Barcelos.
    Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Ingleses e Alemães e Mestre em Supervisão Pedagógica em Ensino das Línguas Estrangeiras.
    É formadora de docentes na área da Didáctica das Línguas Estrangeiras e das TIC e orientadora de estágios no âmbito do ensino do Inglês.
    É assessora da Direcção e coordena a equipa responsável pelo Centro de Apoio à Aprendizagem da Escola Secundária de Barcelos.
    É membro da Associação de Professores de Inglês (APPI) e do Grupo de Trabalho-Pedagogia para a Autonomia (GT-PA).
    Publicou alguns textos a nível nacional e internacional no âmbito da Supervisão Pedagógica e tem realizado apresentações em Encontros, Congressos e Seminários.
    Desde há alguns anos que os seus interesses profissionais e, portanto, de formação, se têm focalizado na utilização das TIC em contexto do ensino das Línguas, nomeadamente no recurso às ferramentas Web 2.0 para o desenvolvimento de competências em Inglês.
    Blogues, webfolios, software para quadros interactivos, programas de gravação e edição de som e imagem, sites interactivos e outras ferramentas multimédia têm sido alguns dos recursos mais utilizados para tornar o processo de ensino e aprendizagem mais motivador e autêntico.

  4. e a última contemplada é…….PS

    LISTA DE CANDIDATOS À CÂMARA MUNICIPAL de S. Pedro do Sul

    CANDIDATOS EFECTIVOS
    1. JOSÉ CARLOS COELHO FERREIRA DE ALMEIDA, 56 anos, médico, S. Pedro do Sul;
    2. OLGA MARIA COUTINHO DE OLIVEIRA MADANELO, 45 anos, professora, S. Pedro do Sul;
    PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA: Neste período, a Vereadora do Partido
    Socialista, Dr.ª Olga Madanelo,

Os comentários estão fechados.