A "fila" das novas oportunidades


…está a chegar aos centros de novas oportunidades.

Na minha escola que tem um CNO foram chamados 1700 desempregados para a primeira reunião que está a ser realizada em várias sessões.

Mete dó olhar para esta nova realidade.

Junto ao portão da escola, nas pausas para um cigarrinho, deparo-me não com a correria das crianças a entrar na escola nem com os berros e gritarias da inocência de alguns, mas sim com o desânimo de quem está perto da aposentação e tem de regressar a uma escola que nada lhes diz.

Como Francisco Madelino alertou estas medidas mais não servem para: quem recusar a formação, perder o subsídio que está a receber

… e não leva o computador, digo eu.

Assim vai a cegueira do Socialismo quando não percebe que o RVCC não é um processo formativo e não pode cortar qualquer subsídio a quem não pretende ver validadas as suas competências.

Anúncios