As quotas da ADD


Este é mais um mistério da ADD de Isabel Alçada.

Se com MLR sabiamos que as quotas estavam distribuidas, primeiro desta forma e depois nesta, por “universos de professores” no actual modelo ainda não surgiu qualquer despacho no sentido de distribuir as menções de Muito Bom e Excelente pelos vários “universos”.

Este, como já disse, é um jogo em que as regras não são conhecidas antecipadamente. Não existe qualquer esclarecimento nem despacho que determine as quotas por grupo de docentes. As equipas de apoios às escolas, algumas com umas miúdas giraças, em que fazem questão de mostrar as meias, os sapatos e os adereços a quem os quiser apreciar, vão dando a informação que as quotas são por escola. E quem ouve essa informação, acho que fica mais espantado com a indumentária do que propriamente com as palavras sábias de tais informantes políticas.

Havendo colisão de interesse entre avaliados e avaliadores não é possível gerir as quotas de forma tão simplista.

E sabendo que uma escola pode ter 20% de contratados em horários temporários, por conseguinte, com uma ADD que termine em Junho ou Julho, que lindo seria as quotas se esgotarem e não sobrarem para mais alguém.

SANTA PACIÊNCIA.

Anúncios

28 thoughts on “As quotas da ADD”

  1. E as ditas quotas estarão, de alguma forma, dependentes da nota da Avaliação Externa? Também não se sabe…

  2. Possivelmente existe gente com cabeça pela tua zona. Aqui usam saias, collants e adereços.
    Penso que terás percebido onde quis chegar. A incompetência das informações transmitidas pelas comissárias políticas das equipas de apoio às escolas.
    Se fazem falta? se calhar não.
    Até estorvam.

  3. Arlindo,
    Garanto-te que a minha fonte não faz parte das equipas de apoio. Está muitos degraus acima desses comissários politicos.
    É tão segura que na escola ja se sabe quais serão as cotas!

  4. Ok, podes desvendar qualquer coisita?
    Quotas para Coordenadores?
    Quotas para relatores?
    Quotas para avaliados?
    Quotas para contratados?
    Desde que não se lembrem de meter uma quota nos contingentados…
    Raios partam as quotas.

  5. Só falta a cota para a CCAD.
    As cotas continuam a ser 20% para o MB e 5% para o Excelente, podendo ser maiores, dependedo da avaliação externa, tal como aconteceu nos anos anteriores.

  6. Arlindo
    Para terminar estas dúvidas, pega no que havia na ADD anterior, faz as alterações resultantes do DL 75/2010 e do DR 2/2010 (a nível dos intervenientes) e vais ter o produto final.

  7. E quando o relator vai passar para o 5ºescalão,

    e tem que ter aulas assistidas por um Coordenador de Departamento de outro grupo disciplinar,

    e concorre simultaneamente para as mesmas vaga(s) que os colegas avaliados, que tb concorrem para o 5º escalão.

    e pede esclarecimento sobre a suspeição de poder estar a “julgar em causa própria”

    E NINGUÈM QUER SABER!!!!!!!!!!!!!!!

    Problema dele.

    1. Por isso mesmo é que acima foi dito que há quotas para grupos específicos. Logo, a quota para os relatores não será a mesma que para os “zecos avaliados”…

  8. Quantas vagas há no 5º escalão?

    As vagas de 1º e as de 2º?

    relatorezecos e zecos não concorrem à mesma vaga?

    1. O que está escrito acima, pelo Arlindo e pelo Advogado, aponta para a existência de quotas por grupo específico, sendo que em cada grupo haveria quotas para 5% de professores Excelentes e 20% de Muito Bons.

      Eu estou apenas a copiar, leia e pergunte-lhes a eles…

  9. Eu quero dizer
    Não deve estar a prestar muita atenção ao que foi escrito.

    Escrevi que as cotas (e não vagas, que são outra coisa diferente), são por categorias funcionais, não por escalões.

    Os relatores serão todos reunidos num grupo, e as cotas serão contabilizadas tendo em conta o nº de relatores na escola/agrupamento. O mesmo acontecerá com os restante grupos.

    E bem podem pedir os esclarecimentos que quiserem, que, neste momento, nínguem vai responder, porque ainda não há resposta oficial.

  10. é tudo tão fácil de perceber, é mesmo má vontade dos zecos, que somos todos, e teimamos em não perceber. Cambada que sofre de ilitracia.

    não lhe perguntei nada. as interrogações são retóricas

  11. Em princípio as quotas deverão ser assim distribuídas:
    a) Membros da Comissão de Coordenação da Avaliação;
    b) Coordenadores de Departamento Curricular ou dos Conselhos de Docentes;
    c) Aos professores relatores;
    d) Aos professores;
    e) Ao pessoal docente contratado.
    Sendo que a Avaliação externa da escola terá um peso para aumentar cada uma das percentagens de Muito Bons e de Excelentes que poderá ir aos 10% no caso dos excelentes e aos 25% no caso dos Muito Bons.

  12. A questão colocada das vagas para o 5º escalão complica quando o avaliador e o avaliado estão a concorrer para o mesmo escalão.
    Ápesar de ser outra questão, não deixa de ser importante perceber, como alguém já referiu.

  13. Só com uma separação das quotas entre Relator e avaliado é possível eliminar este conflito.

    Acontece que a aritmética poderá prejudicar os relatores, pois o universo de relatores é inferior ao universo de avaliados não relatores, o que poderá complicar-lhes a vida.

    1. Arlindo, no modelo anterior, fiquei com a impressão de que os grupos mais reduzidos foram beneficiados pela aritmética…

    2. De facto, a haver quotas por grupos específicos, os relatores ficam em clara desvantagem. Não percebo é se haverá este tipo de quotas E AINDA a nível nacional…

  14. Normas para avaliação, código de ética, conflitos de interesse são questões que passaram à margem. Muitos nichos, que podem dar um grande buraco.

  15. Arlindo
    As vagas para o 5º e 7º escalão serão a nível nacional, não a nível de escola! Em breve deverão existir novidades sobre esse assunto.

  16. Claro, através de uma lista nominativa onde sobem pelo menos 50% ou 33% Bons, ao 5º e 7º respectivamente, isto até 2013.
    Se houver lista terá de ser entre Dezembro de 2011 e Janeiro de 2012, quando o processo da ADD estiver concluído, possivelmente será feita por uma aplicação electrónica na página da DGRHE.

    Mas pelo que se vai conhecendo do OE2011 só poderão integrar essa lista os docentes que completarem os requisitos do tempo de serviço até 31 de Dezembro de 2010.

Os comentários estão fechados.