Iniciativa Cortar na Despesa


Cara(o) concidadã(o),

Gostaríamos de lhe agradecer a contribuição que deixou para que, nesta conjuntura difí­cil, consigamos encontrar caminhos alternativos no combate à crise que assola o nosso País.

O Gabinete de Estudos do PSD está consciente da confiança que nos foi testemunhada por quem contribuiu para o cortardespesas.com e da responsabilidade que daí nos advém.

Em resposta a esta verdadeira avalanche de ideias, mobilizámos uma equipa alargada para analisar as ideias de poupança, de racionalização de serviços e/ou exemplos de desperdí­cios a identificar e combater. O nosso objectivo é fazer com que a voz dos cidadãos que se exprime por via do cortardespesas.com seja ouvida no debate público, de modo a ter traduções práticas e concretas a breve prazo.

Uma vez mais reiteramos o nosso agradecimento pela sua adesão a esta iniciativa.

Melhores cumprimentos,

José Manuel Canavarro
Director do Gabinete de Estudos Nacional do PSD

É sempre bom receber um feedback, nem que seja em resposta automática.

Anúncios

3 comentários a “Iniciativa Cortar na Despesa”

  1. Tenho várias sugestões a fazer, reduzam o nº de deputados, metade chega e sobra; acabem com as mordomias dos gestores públicos e dos politicos, ponham os olhos na Suécia e vejam se eles lá têm estas mordomias,ajudas de custo para tudo e para nada, subsidios de reintegração, de representação, de casa, de deslocação… aonde é que vamos parar? Os nossos politicos é que são os maiores responsaveis pelo descalabro, e depois atiram-se aos funcionários públicos e ao zé povinho, tenham vergonha.Deixem-se de comemorações, comemoraçõezinhas por tudo e por nada;estamos em crise e comemorou-se de forma totalmente inaceitavel os 100 anos da Republica… Acabem com as muitas reformas que muitos ex politicos estão a receber, uma só chega, ainda que escolham a maior, qual é o problema de se mudarem as regras, já tanta coisa se mudou, desde já a idade de reforma; porque é que são sempre os mesmos a pagar a crise? acabem com as fundações e afins… invistam no que é realmente importante na sáude e a educação gratuitos para todos(porque isto de dizerem que a educação e a saude é um direito consagrado na constituição da republica dá vontade de rir, é só no papel…), mas com o compromisso de que todos façam descontos, infelizmente grassa o chico espertismo no nosso país. Não é preciso ser grande economista se descem os salários e aumentam os impostos entramos em recessão. E lembrem-se que todos os governos e governantes, à direita e à esquerda têm a sua quota parte de culpa, iludiram-se com os milhares da C.E. ora aí está a factura. É um país de ideias megalómanas, concentrem-se realmente no que é importante que são as pessoas.

Os comentários estão fechados.