De PEC em PEC até à bancarrota final


É a previsão do Banco de Portugal sobre o anunciado PEC III.

O banco central não afasta a possibilidade de serem necessárias medidas adicionais para cumprir os objectivos orçamentais. No Boletim de Outono, hoje divulgado, pode ler-se que o “actual programa de ajustamento orçamental é muito exigente, não sendo evidente que o conjunto de medidas recentemente anunciadas seja suficiente para garantir a sua prossecução do objectivo orçamental assumido para 2011“.

Vamos andar nisto até quando?

Venha já o FMI.

Boletim de Outono