Que se lixe a crise política


É hora de cada um assumir os seus compromissos porque Sócrates já tem o seu funeral anunciado.

Neste momento qualquer líder de algum partido da oposição que aprove o Orçamento de Estado para 2011 assume uma sentença de morte política em conjunto com José Sócrates.

Se em tempos se falava nos compromissos dos programas de governo e na obrigação da sua inteira execuação por ter sido sujeito ao escrutínio dos portugueses, hoje qualquer decisão como a anunciada ontem deveria ser sujeita ao mesmo escrutínio.

Caia o governo, vamos para duodécimos e escolha-se novo Governo.

Quero ver nos vários programas quem tem as melhores soluções, já disse que não me importo de perder o 13º mês ou até uma parte do meu ordenado, mas quero ser governado por um programa de governo honesto escolhido por todos.

Anúncios

4 comentários a “Que se lixe a crise política”

  1. Em qualquer outro país, o povo já teria vindo à rua … Já teria mandado este governo às urtigas…

    Estão todos confiantes: que o povo português é calmo, sereno, não tem tradição de desacatos… enfim é estúpido como convém…

    “Fia-te na Virgem e não corras…” Quando menos esperarem… Já repararam que o Socas já aumentou significativamente o seu número de guarda-costas? Porque será?

Os comentários estão fechados.