Novo ECD Seguido De Congelamento?


A pergunta é do Paulo aqui segundo uma previsão do Pedro Castro.

Sou mais crente numa diminuição do número de professores de forma a assegurar o equilíbrio nas contas do Ministério da Educação. E esse equilíbrio está a ser feito (ainda de forma invísivel) com o aumento do número de alunos por turma em todos os níveis de ensino.

Se as contas não se acertarem lá mais para o fim do ano, aí sim, lá se vai o 13º, mas desta vez não pode ser em certificados de aforro.

E alguma vez este governo acertou nas suas previsões?

Sou a favor da racionalização de recursos, por mim até se dispensavam largas dezenas de equipas de apoio às escolas com algumas centenas de professores destacados que muitas vezes acabam por atrapalhar o bom funcionamento das escolas. O Ministério da Educação e as Direcções Regionais funcionam com um número elevado de professores destacados que seriam mais úteis nas escolas a exercerem funções docentes.

Enfim, aumentar as turmas, encerrar escolas com número de alunos inferiores a 20 é a solução para o nosso Pais.

E assim se paga o défice.

Anúncios

3 comentários a “Novo ECD Seguido De Congelamento?”

    1. Estás a esquecer-te, palerma, que os elementos das equipas são professores do quadro que se regressarem às escolas contribuirão para um menor nº de docentes contratados. Para se ser honesto é preciso olhar para os dois lados:

      1. A bem da Nação e se pouco fizerem regressem à Escolas1 Mas então vamos repensar toda a gestão de recursos humanos e financeiros das Escolas! Plano Tecnológico- não é um projecto megalómano? Atribuição de subsídios a alunos m função do escalão do abono de família! Uma injustiça gritante e um desperdício de fundos edo Estado, que somos nós a pagar!

Os comentários estão fechados.