Todas falharam no terceiro

CDS surpreendeu e só um estudo de opinião deu mais votos aos partidos da Direita juntos.

O terceiro lugar conseguido pelo CDS contrariou as sondagens publicadas nas vésperas das eleições. Não foi o BE o mais votado após o PSD e o PS. Quanto ao último lugar, só uma não acertou na CDU. E apenas uma também deu vantagem à Direita unida.

Dos 36,56% de votação nos socialistas, quatro sondagens estiveram a cerca de 1,5% de distância, uns para menos, outros atribuindo uma maior percentagem do que aquela que viria a verificar-se. Um dos estudos de opinião duplicou essa margem de erro.

A sondagem publicada no Jornal de Notícias foi uma das que deram mais 1,5% ao PS, atribuindo 38% ao vencedor. E a distância em relação ao PSD foi de 8%, semelhante à do escrutínio, que é de 7,47%. Ou seja, o estudo deu 30% ao PSD em vez de 29,09%.

As previsões lançadas pelo Público e TVI foram muito próximas também: 38% para o partido de José Sócrates e 29,9% para o de Ferreira Leite. A distância prevista pelo Correio da Manhã entre os dois era ainda maior, de 9,7%. Mas foi o que esteve mais perto do resultado conseguido pelo PSD.

A distância menor surge na sondagem do Expresso e SIC: apenas 34,9% para o PS contra os 31,6% dos sociais-democratas. Foi nos resultados previstos pelo Diário Económico e TSF que o partido do Governo chegou mais longe, com 40%, ou seja, mais perto da maioria absoluta.

O BE manteve-se, nas sondagens publicadas até dia 25, no terceiro lugar, com uma votação entre os 9% atribuídos no Diário Económico e os 11% publicados no JN e DN. O CDS-PP ficou, em todas, no quarto lugar, com excepção para o Público e TVI. Neste caso, eram atribuídos mais votos à CDU, com 8,4% contra os 7,7% dos democratas-cristãos. Ou seja, só aqui os comunistas não ficaram na última posição, enquanto, no Expresso, surgiu um empate entre CDS e CDU em termos de percentagem. Os resultados de ontem vieram confirmar o pior cenário para Jerónimo de Sousa: apenas 7,88% contra os 9,85% do BE e os 10,46% do CDS-PP.

Entretanto, se o partido de José Sócrates conseguiu 36,56%, os dois maiores partidos de Direita somam 39,55%.

Voltando às sondagens, aquela que foi publicada pelo Jornal de Notícias dava os mesmos 38% à Direita do que ao PS sozinho. No Público, CDS e PSD somavam 37,6% contra os 38% socialistas. A sondagem do Correio da Manhã previa 37,7% para os dois partidos de Direita e 38,8% para o PS. No Diário Económico, a distância foi mais curta, dos 39,8% totalizados por CDS e PSD até aos 40% do PS.

Apenas no estudo de opinião divulgado pelo Expresso, SIC e Renascença, os dois partidos da Direita conseguiram ultrapassar juntos a percentagem dos socialistas. Neste caso, a soma foi de 40% contra os apenas 34,9% previstos para o PS.

INCOMPETENTES

Até eu acertei.

Para lembrar as minhas previsões de dia 25:

PSD: 31,12

PS: 31,09

CDS/PP: 9,99

BE: 9,98

CDU: 6,50

Pois, eu sei. Errei no vencedor, mas também não conheço ninguém que viva do RSI. 😆

Mas estava a fazer uma sondagem tendenciosa como as outras e pronto, foi no que deu.

Se alguma empresa de sondagens utilizasse os meus dados, quem sabe se não seriam estes os correctos.

E mais, não utilizei aquelas margens de erro que dão para qualquer lado. Foram tiros certeiros, às centésimas.

Caderno de Encargos do CDS

cds

 

CADERNO DE ENCARGOS

1. Reforço da autonomia das escolas e dos contratos de autonomia.

2. Alargamento do conceito de autonomia das áreas pedagógicas, de contratação de professores, gestão de espaços e património e ligação à comunidade, nomeadamente às empresas, dentro de balizas gerais comuns.

3. Avaliação objectiva das escolas, dos programas e dos manuais.

4. Avaliação dos professores inspirada no modelo em vigor no Ensino Particular e Cooperativo.

5. Revisão do Estatuto da Carreira Docente, com base na proposta por nós já apresentada, terminando com a distinção injusta entre professores e professores titulares.

6. Introdução gradual de exames no final de cada ciclo escolar.

7. Revisão do Estatuto do Aluno baseada numa cultura de assiduidade, disciplina e esforço e mérito.

8. Objectivação, transparência e rigor no sistema de produção dos exames nacionais, que deve basear-se no sistema de “banco de perguntas”, testado com a colaboração das sociedades científicas e profissionais.

9. Aposta nos percursos diferenciados no ensino secundário e na ligação às necessidades do mercado.

10. Alargamento de cobertura de oferta pré-escolar a partir dos 3 anos.

 

Para memória futura.

Mudanças

resultados

Gostei do resultado.

Toda a análise que o Paulo Guinote fez vai de encontro ao que fui afirmando ontem antes do resultado final. Para mim foi importante que fosse impossibilitada uma aliança PS+BE. Tinha receio dessa união, afirmei que tal seria possível e previsível, agora não vou poder confirmar essa situação. Assim o BE saí um dos maiores vencedores desta eleição. Contínua na oposição com um papel reforçado e não fica com responsabilidade governativa nenhuma. Para isso é bom o BE.

As políticas educativas e não só, vão ter de se virar à direita com o apoio do CDS.

Como membro de uma organização sindical, valorizo o papel de extrema importância que os sindicatos irão ter daqui para a frente. Essa responsabilidade vai cair em cima de todas as organizações sindicais para uma mudança nas políticas de educação. E felizmente mesmo nessa área a conjugação de resultados irá favorecer a mudança.

Um PCP fragilizado (quer queiram ou não) que manterá a FENPROF no seu caminho de luta constante e uma FNE que propõe um modelo de avaliação e de estrutura de carreira na qual o CDS foi beber quase toda a informação.

Está estabelecido um cenário de mudança e em pouco tempo será abolida a divisão da carreira conforme a conhecemos actualmente. Voltaremos ao tempo em que se firmarão os acordos com a FNE, ficando a FENPROF com o papel de duro e do mauzão e daquele que nada assina porque senão perde a classe. A plataforma terminará e cada um seguirá o seu caminho. No meio disto tudo espero que os professores voltem a ganhar muito do que foram perdendo desde o tempo em que o Jorge Sampaio afirmou num seminário da UNICER que os professores finlandeses trabalhavam 50 horas por semana. Não foram apenas 4 anos e meio, acho mesmo que vão em 6 anos de destruição da imagem do professor.

No meio disto tudo fico com o dia 5 de Outubro livre para quem sabe, ir à praia.

Hugo Chávez junta-se ao "júbilo dos socialistas"

O meu único post sobre as legislativas 2009

hugo_chavez_32

Legislativas: Hugo Chávez junta-se ao “júbilo dos socialistas” e diz que “o socialismo é o caminho”

“Última hora, os socialistas declaram-se vencedores nas eleições portuguesas”, anunciou Hugo Chávez, dizendo que “o Partido Socialista que governa Portugal declarou-se, hoje, vencedor das eleições legislativas, depois das projecções de voto difundidas pelas televiões lhe atribuírem de 36 a 40 por cento” dos votos.

Caracas, 27 Set (Lusa) – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, uniu-se hoje “ao júbilo” dos socialistas portugueses pela vitória nas eleições legislativas deste domingo e considerou que “o socialismo é o caminho”.

Nós juntamo-nos ao júbilo que há nos socialistas portugueses, nós os socialistas do mundo. Esse é o caminho“, disse, durante a II Cimeira África/América do Sul (ASA), que decorre na ilha venezuelana de Margarita, subordinada ao tema “fechando brechas, abrindo oportunidades” e que conta com a presença de 28 chefes de Estado e de Governo, oito deles da América do Sul.

Hugo Chávez junta-se ao “júbilo dos socialistas”

O meu único post sobre as legislativas 2009

hugo_chavez_32

Legislativas: Hugo Chávez junta-se ao “júbilo dos socialistas” e diz que “o socialismo é o caminho”

“Última hora, os socialistas declaram-se vencedores nas eleições portuguesas”, anunciou Hugo Chávez, dizendo que “o Partido Socialista que governa Portugal declarou-se, hoje, vencedor das eleições legislativas, depois das projecções de voto difundidas pelas televiões lhe atribuírem de 36 a 40 por cento” dos votos.

Caracas, 27 Set (Lusa) – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, uniu-se hoje “ao júbilo” dos socialistas portugueses pela vitória nas eleições legislativas deste domingo e considerou que “o socialismo é o caminho”.

Nós juntamo-nos ao júbilo que há nos socialistas portugueses, nós os socialistas do mundo. Esse é o caminho“, disse, durante a II Cimeira África/América do Sul (ASA), que decorre na ilha venezuelana de Margarita, subordinada ao tema “fechando brechas, abrindo oportunidades” e que conta com a presença de 28 chefes de Estado e de Governo, oito deles da América do Sul.

Continuação H1N1

Açores

 

Ora bem, cá estou eu outra vez com mais notícias…
    Já recebi um telefonema em que me perguntaram: “estás bem? Como é ter essa gripe?”. Para já (e espero que por muito tempo mais) não tenho gripe, estou saudável. Mas obrigado pela preocupação.
    Como vos prometi aqui estão novidades…algumas noticias de jornal e o link do telejornal da tvi24. Aviso já que a senhora que fala como presidente do executivo não se chama Claudete Rodrigues. A nossa presidente chama-se Susete Câmara! Estou para perceber onde a jornalista foi desencantar este nome (deve ter sido devido ao sotaque).
    Quando vinha agora para casa ouvi na tsf que uma escola da amadora já tinha 4 casos confirmados. Apenas fiquei supreendido pelo facto de ter tanto destaque. Pelos vistos em Portugal continental as pessoas são mais importantes, pois, aqui já vai em 44 e quase que não se sabe de nada. Quanto a medidas…até`às 14.30h estava tudo igual, ou seja, “ide mas é trabalhar”! Todos os alunos continuam a ir à escola (não fecharam turmas).
    Divirtam-se a ver as novas informações.
 
    Um Abraço…Pedro Teixeira

Notícias da Gripe de quem a vive por dentro

h1n1

 

Como sabem a minha escola é muito à frente.
Em Junho disse-vos que estavamos à frente no acordo ortográfico, lembram-se?
Agora tenho uma nova…GRIPE A. Mais uma vez, e como o slogam da rtp “somos os primeiros”…
Pois é, já temos 40 casos confirmados e mais de 100 alunos a faltar. O mais caricato é que o delegado de saúde ainda nada fez. Em Agosto a ministra dizia que nestes casos as escolas iam fechar total ou parcialmente, mas este delegado de saúde deve pensar como o outro dos contemporâneos “vai mas é trabalhar”.
Deixo aqui uns links para provar a minha história.
 
http://ww1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=1505&e_id=&c_id=3&dif=tv&dataP=2009-09-23     (colocar o cursor aos
17:50 min);
 
http://ww1.rtp.pt/acores/?article=10570&visual=3&layout=10&tm=7     (colocar cursor aos 2min).
 
 
 
P.S. (que raio de abreviatura) _
 
Não se preocupem que estou bem. Mas não me convidem para jantar durante o Natal, sou um homem perigoso !!!