Qual o mecanismo de colocação pelas DACL?


Depois de publicado o manual para candidatura ao DACL este não esclarece qual o mecanismo de colocação e que poderá colocar em risco as opções dos candidatos a este concurso. Se o QZP de origem e o do anexo VII entram em pé de igualdade junto das preferências manifestadas ou não.

Pelo que me apercebo existem candidatos que querendo sair do seu QZP optam por colocar nas preferências o seu QZP de origem no final das opções. Mesmo indicando outro QZP do anexo VII estão a demonstrar que querem ficar no QZP do qual pretendem sair.

Se as colocações obedecerem a um critério de colocações por fases:

  1. Manifestações de preferências;
  2. QZP de origem;
  3. QZP(s) do anexo VII

os candidatos estão a fazer uma tremenda asneira:

O mecanismo obedecendo a esta lógica de colocação, a DGRHE deverá primeiro esgotar as preferências manifestadas por todos os docentes, só depois o QZP de origem e apenas no caso de todas as opções estarem esgotadas o(s) QZP(s) do anexo VII.

A exemplificação prática poderá ficar para mais logo, mas agora é necessária alguma cautela na escolha de preferências.

 

Exemplificação prática 1:

  • Um candidato do QZP X concorre a 20 escolas do seu QZP
  • Um candidato do QZP Y concorre às mesmas 20 escolas e a mais uma (escola Z) do QZP X
  • Não existem mais candidatos a terem concorrido à escola Z

Existindo uma vaga na escola Z, quem fica?

O candidato do QZP X que é desse QZP, ou o candidato do QZP Y que manifestou preferências pela escola Z?

De acordo com o número 3 do artº 58-A, aplicação electrónica selecciona o candidato respeitando a ordenação do artigo 38º-A e as preferências manifestadas

Ou seja, embora o candidato do QZP X seja desse QZP quem fica nessa escola é o candidato do QZP Y porque manifestou preferência pela escola Z.

Exemplificação prática 2:

  1. Ninguém manifestou preferências pela escola Z do QZP X

Quem fica?

O mais graduado de DACL que ainda não tenha tido colocação e que seja do QZP X.

Exemplificação prática 3:

  • Ninguém manifestou preferências pela escola Z do QZP X
  • Não há candidatos por colocar em DACL do QZP X

Quem fica?

O mais graduado que no anexo VII tenha colocado o QZP X

 

Se não estiver contemplado esse QZP no anexo VII, ou se já não existir nenhum candidato que tenha manifestado interesse nesse QZP através do anexo VII, entra um…

um…

um…

…. CONTRATADO

Anúncios

60 comentários a “Qual o mecanismo de colocação pelas DACL?”

  1. A dúvida que em relação à sua análise é a seguinte. Pelas informações que recolhi, essas “fases” que refere aplicam-se a cada candidato, e já nesta lista em Agosto. Ou seja, o que aplicação vai fazer é para cada candidato, seguindo a lista de ordenação, 1º vai verificar se há algum horário nas preferências manifestadas, depois passa para o QZP de origem e finalmente para o anexo. Se assim for, no seu exemplo o que importa é saber qual dos dois está em melhor posição. É esse que será colocado 1º na escola Z. Nesta forma manifestar preferências pelo qzp de origem pode não ser nenhum disparate, principalmente se for feito por escolas e/ou concelhos.

  2. O que sugeres como mecanismo de colocação dos DACL’s é diferente do meu.
    O que em primeiro lugar quero alertar é que não sei se é como dizes ou se é como eu digo. A DGRHE não exemplificou de que forma serão feitas as colocações.
    Em segundo poderei contrapor com alguma ilegalidade o que afirmas, ou seja: Se às escolas do anexo VII se está a manifestar preferências por todas elas de igual forma (por código de escola em ordem crescente), é violado o artigo 12º em que não pemite fazer a selecção de agrupamentos após este passo.

    Tu sugeres que é vista toda a candidatura do docente: preferências; QZP e QZP do anexo.
    Eu “acho” que serão vistas todas as preferências dos candidatos, caso não haja candidatos para o lugar, será colocado o QZP de origem com a graduação mais elevada e só em último caso serão colocados os do anexo VII por ordem de graduação.
    É bastante diferente e pode ser decisivo para as escolhas dos DACL’s.
    O disparate que eu afirmei foi no caso de os docentes quererem mudar de QZP e escolherem o seu de origem nas preferências.

  3. Uma correcção, no anexo fala-se de QZP, não de escolas/agrupamento. E não encontro nenhuma ilegalidade. Não se está a acrescentar nenhuma preferencia, nem seleccção, depois da lista, pois a selecção já foi feita. È exactamewnte igual ao que acontece qdo se colcoa um código de QZP nas preferências.
    E qto à forma de colocação, não se esqueça que o anexo é ele próprio uma manifestação de preferencias. Já agora, a forma que sugere pode implicar que um QZP com melhor posição não fique colocado, enquanto que um com pior posição fique colocado. E isso é que me parece que seja uma ilegalidade.

  4. Primeira coisa, em lado nenhum é dito que o QZP de origem tem preferência por outro que venha de fora, mesmo que esse tenha menos graduação.
    Segundo, as regras da bolsa são as seguintes:
    Artigo 58-A
    3 — A aplicação electrónica selecciona o candidato
    respeitando a ordenação do artigo 38.º -A e as preferências manifestadas, nos termos do presente diploma.
    4 — No âmbito deste procedimento, considera-se que as preferências manifestadas pelos candidatos nos termos do artigo 12.º estão em igual prioridade para efeitos desta colocação.

    Se fosse como afirmas este artigo deveria ter a seguinte redacção:
    4 — No âmbito deste procedimento, considera-se que as preferências manifestadas pelos candidatos nos termos do artigo 12.º, bem como o QZP de origem e o QZP indicado no anexo VII (para os candidatos a DACL), sendo respeitada essa sequencialidade, estão em igual prioridade para efeitos desta colocação.

  5. Desconheço o mecanismo de colocação.
    Mas tenho a certeza que mesmo que não se manifestem preferências pelo QZP de origem, o candidato está a concorrer ao mesmo. Neste caso manifesta igual preferência por todas as escolas.
    (Ver a secção FAQ,s da DGRHE)

  6. Neste momento já tenho dúvidas que o QZP de origem se não estiver nas preferências possa estar incluído nas opções de candidatura. E sei do que falo.
    A lei só implica essa situação no concurso interno.

  7. Arlindo, (mais) uma dúvida:
    a colocação nos quadros do anexo VII pode acontecer de Setembro a Dezembro, após a saída dos primeiros horários, ou SÓ a partir de Dezembro, caso o QZP não consiga colocação nas 1ªs preferências (no boletim, o correspondente ao 1º ecrã)?

    Faço a mesma questão ao Advogado do Diabo.
    Desde já, obrigada

    1. Segundo a minha teoria, pode acontecer que as escolas do anexo VII entrem a partir de Setembro desde que já não existam candidatos que tenham manifestado preferências por essas escolas ou QZP e que não exista nenhum candidato desse QZP por colocar. Mas como estas duas variantes são pouco prováveis de acontecer logo no início acredito que muito dificilmente em Setembro entre alguém do anexo VII.

  8. Olá!
    Se eu colocar todas as escolas do meu qzp, mais algumas escolas de dois outros qzp´s do anexo 7, é necessário colocar o código de outro qzp (ainda que já tenha colocado códigos de escolas desse qzp)?
    Obrigado.

    1. Se não quiseres parar na lista nominativa após 31 de Dezembro se não obtiveres colocação, SIM.

  9. Olá a todos
    Sou do grupo 330 e estou a pensar concorrer desta maneira:
    *indicar todas as escolas do meu qzp (CAE 10)
    *indicar mais umas quantas do qpz encostado ao meu (CAE 19 – mas parece que não é uma opção segundo o anexo VII. Mas como posso indicar até 100 escolas… posso escolher as que quiser, não é? Estou a descartar a ideia de escolher um qzp longe daqui)
    Que me dizem?
    Obrigado a todos,desde já, pela ajuda

  10. Caro Arlindovsky,
    tendo em conta que tem sido o único que tem procurado esclarecer-me, tomei, como tal, a liberdade de lhe colocar o meu caso concreto de forma muito clara para que me possa transmitir a sua opinião:

    – eu pertenço ao grupo 340 (Alemão), sou o único QZP do meu grupo e tenho conhecimento da existência de dois horários incompletos (8 e 13 horas) para qual manifestarei preferência nas duas primeras posições e da existência de um horário completo que será, quase seguramente, o único do meu QZP (e talvez a nível nacional, tal é a situação desesperante do meu grpo) e para cuja escola eu não estou, de todo, interessado em voltar. Questão:
    – seleccionar-me-á a aplicação para as minhas preferências, embora sejam incompletos, ou colocar-me-á no horário completo mesmo que para isso eu o coloque na minha última preferência ou simplesmente o omita do meu concurso?
    Este esclarecimento para mim significa muito, e se o conseguir interpretar, à luz da legislação, eu ficarei extremamente grato.
    Atentamente,
    El greco

    1. Se a tua componente lectiva for de 22 horas só deveras ficar num horário de 22 horas. Se for de 20 podes ficar num horário de 20, 21 ou 22 horas.
      De qualquer forma indica as escolas pelas tuas preferências independentemente de saberes que só terás lugar na tua última opção. Às vezes existem algumas surpresas de última hora.

  11. Obrigada Arlindo pelas tuas considerações, têm sido tão úteis. Neste concurso DACL, não sabendo como ‘pensa’ a aplicação, dá-me a tua opinião: sou 210 do QZP23 e QUERO SAIR. Só tenho dois colegas QZP23 à minha frente.Estou a pensar assim,
    1- coloco 1 ou 2 códigos do meu QZP origem e concorro aos QZP do anexo7.
    OU
    2-Coloco todos ou quase todos os códigos do meu QZP de origem e concorro aos QZP do anexo7.
    QZP23 muitas vagas mas quero sair
    QZP do anexo7 poucas vagas mas quero entrar

    1. Era importante saber qual é o QZP do anexo que queres colocar.
      Como eu tenho dito, se queres sair do teu QZP não ponhas preferências do teu QZP, já que vais colocar o anexo VII.
      Saber a tua graduação também é importante.
      De qualquer forma deverás colocar as preferências para o local que queres ir, seja por escolas ou concelhos, se estiveres bem graduada não precisas de te alargar tanto, mas como te disse é preciso saber qual é esse QZP para onde queres ir. Se for o 13, alarga-te bastante.

  12. Bom dia, tenho lido atentamente as suas respostas e necessitando também de ajuda, venho por este meio expôr as minhas dúvidas.

    Sou do grupo 110, e estou provida no qzp 11. quero mudar para o qzp 19. Neste qzp tenho cerca de 140 pessoas à minha frente. E a nível nacional tenho 2200.
    Estou a pensar fazer assim:
    1º coloco as minhas preferências, onde tb incluo agrupamentos e concelhos do qzp 10 (anexo VII)
    2º coloco alguns agrupamentos do qzp 11
    3º coloco o qzp 10 anexo VII

    Será que assim conseguirei aproximar-me? Ou será melhor não colocar nada do meu qzp de provimento?

    1. Se colocares preferências por agrupamentos do teu QZP poderás ficar neles. Como para ti é quase indiferente ficares no QZP 19 ou 10, já que vais colocar esse QZP do anexo VII, não colocava nenhum agrupamento do QZP 11. Não entras na lista nominativa e tens mais probabilidades de te aproximar.

  13. Arlindo, continuo a pensar que a tua argumentação, face até à própria aplicação, que solicita a nossa componente lectiva (a minha é 22h), é coerente mas pressuporia muitos atropelos hierárquicos e grandes arbitrariedades. Por exemplo:

    No QZP x existem 3 professores;o professor melhor graduado não deseja integrar um horário que por sinal é o único completo e manifesta preferência por escolas onde existem horários mas incompletos, Segundo a tua interpretação o professor melhor graduado ficaria no horário completo (para o qual não manifestou preferência) e os dois profs de QZP menos graduados
    nos horários incompletos (também com componente lectiva de 22h)para os quais o professor com melhor graduação havia maniestado sua preferência. Não está aqui, desde logo, implícito dois atropelos, contrários a espírito da lei que enuncias no artigo 58 A, ponto 3? Continuo a pensar que este critério de colocação deverá ter em conta precisamente as nossas preferências e não a dimensão dos horários.(No meu caso caricato e cujo exemplo dado é semelhante, os horários que manifestaria preferência nem iriam para QZPs menos graduados mas para contratados em virtude de ser o único). Atentamente

    1. Parto do princípio que quando dizes que existem 3 professores no QZP X, sejam docentes de DACL, certo?
      Quem concorre a DACL não está a manifestar preferências para ter horário completo ou incompleto. Está unicamente a indicar qual a sua componente lectiva ao abrigo do 77 e 79.
      Se existe um horário de 20 horas para o teu grupo e tens componente lectiva de 22 horas, parto do princípio que não o apanharás tendo em conta o que se tem passado nos últimos concursos de DACL. Se tens atrás de ti alguém do mesmo grupo com pior graduação que concorre à mesma preferência e tem como componente lectiva 20 horas será ele a ficar nesse horário. Mas também te digo que não deve haver alguém menos graduado que tu que tenha redução da componente lectiva, o contrário acredito.
      Mas o ministério é uma caixinha de surpresas e caso seja do seu interesse colocar-te a ti nesse horário em vez de colocar um contratado, acho que é o que vai fazer tendo em conta a falta de clareza da legislação.
      Como não tem havido DACL’s do teu grupo vou indicar-te os links para o grupo 320 das primeiras colocações de DACL nos anos 2006, 2007 e 2008 para veres.
      2006 – http://www.spzn.pt/listas_8_06/dacl/ListaColocados_grupo320.pdf
      2007 – os primeiros DACL’s a ficarem colocados foi no dia 11 de Outubro http://www.spzn.pt/concurso2007/4_DACL_121007/Listas_PDFs/ListaColocados_grupo320.pdf
      2008 – http://www.dgrhe.min-edu.pt/Portal/WebForms/Docentes/PDF/Listas/Listas_2008/DACL/Definitivas/ListaColocados_R_DACL_grupo320.pdf

      Quando dizes que o candidato ficou colocado numa escola para a qual não manifestou preferência não é a minha teoria. Eu considero que só manifestando preferências por determinada escola, Concelho ou QZP se está a candidatar a uma escola. Tudo o resto passa para situações de ausência de candidatos que depois passa à colocação do candidato desse QZP mais graduado que ainda não esteja colocado.

      ATROPELOS? Eu considero mais INJUSTIÇAS.
      E ouve muitas em 2006 quando candidatos à afectação pior graduados ficaram mais perto da sua residência em horários de 8 horas do que outros que ficaram longe com 14 horas porque a lei permitia essa situação.
      Para não haver injustiças não acho que alguém fique em horários abaixo da sua componente lectiva.

  14. Boa tarde.
    estou cheia de dúvidas sobre como concorrer.
    Sou do grupo 400 e do QZP 22, tenho dentro do meu QZp 19 pessoas à minha frente e não me interessa concorrer aos QZP’s do anexo VII (06 e 23), mas não sei o que nos pode acontecer se for parar à lista nominativa. De acordo com o 51/2009 vamos para a lista e somos colocados administrativamente mas alguns colegas falam em exoneração?! Julgo que correm esse risco os colegas sem componente lectiva que não concorram a DACL (de acordo com o 51/2009 e o 5432/2009. Será como penso?

    Obrigada

    1. A lista nominativa é uma incógnita.
      Se entrares nessa lista sei que ficas colocada em actividades lectivas ou não lectivas dentro do teu QZP, mas não podes fazer novo concurso no próximo ano. Só poderão ser novamente candidatos a DACL, se entenderem fazê-lo, os que ficarem colocados num QZP do anexo VII.
      Só serás exonerada caso não te apresentes a este concurso (já diziam o mesmo para os QZP que não concorreram ao concurso interno e entretanto podem agora candidatar-se a DACL).

      A alínea 7 do artº 43, diz
      Os docentes referidos no artigo anterior que não se apresentem ao procedimento previsto na presente secção são sujeitos à aplicação do disposto na alínea b) do n.º 1 do artigo 22.º (Exoneração)

      Diz artigo e não número anterior.
      O que diz o artigo anterior

      Artigo 42.º
      Candidatos
      O destacamento por ausência da componente lectiva destina-se aos docentes que se encontrem numa das seguintes situações:
      a) Providos em lugar dos quadros de agrupamento de escolas ou de escola não agrupada objecto de extinção, fusão, suspensão ou reestruturação que não foram transferidos;
      b) Providos em lugar dos quadros de agrupamento de escolas ou de escola não agrupada a quem o respectivo director não distribuiu serviço lectivo, nos termos da alínea
      d) do n.º 4 do artigo 20.º do Decreto -Lei n.º 75/2008, de 22 de Abril;
      c) Providos em lugar dos quadros de zona pedagógica não colocados no concurso interno ou que nos anos intercalares do concurso não tenham serviço lectivo atribuído.

      Pelo que reparei no teu grupo tens mais gente atrás de ti do que à frente, não terás mesmo hipóteses no teu QZP, ou até mesmo em alguns agrupamentos do 13?

      1. Olá,

        espero bem conseguir ficar no meu QZP ou no 13, no 16, 03, ou 01, já que vou concorrer a todos eles. Só não quero ir parar ao 06 ou ao 23.

        Mais uma vez obrigada.

        Bom concurso.

  15. olá Arlindo e obrigada pelo teu esclarecimento:
    Sou 210 do QZP23 e QUERO SAIR para aproximar de casa.
    Afinal SOU A PRIMEIRA QZP 23, o que não ajuda.
    Arlindo, para me aproximar, o sistema tem que me colocar antes de analisar as minhas preferências para o QZP de origem certo?

    1- Começo por concorrer para Todos os QA da minha zona residência Leiria-10
    2-depois para muuuuitos QA encostados ou relativamente longe da região de residência
    3-finalmente só alguns QA do meu QZP de origem (achas mesmo que não ponha nenhum? eles vão correr todos à mesma, não é?)
    4- e concorro ao QZP 6 do anexo7.
    Sei que para Coimbra tenho 4 QZP não colocados à frente mas a nível nacional, hão-de estar muitos.

    1. No meu entender só correrão as escolas do teu QZP se manifestares preferências por elas, ou no caso de não manifestares se esgotarem-se os candidatos a essa escola (seja através de Escola, Concelho ou QZP) e ainda fores DACL.
      Mas como eu disse é a minha lógica deste concurso.
      Se fosse eu não arriscava em pôr.

  16. Arlindo, acabo de ler uma das respostas que deu a um colega:
    «A lista nominativa é uma incógnita.
    Se entrares nessa lista sei que ficas colocada em actividades lectivas ou não lectivas dentro do teu QZP, mas não podes fazer novo concurso no próximo ano. Só poderão ser novamente candidatos a DACL, se entenderem fazê-lo, os que ficarem colocados num QZP do anexo VII.»

    Tem a certeza?
    Pensei que quem não ficasse colocado poderia concorrer no ano seguinte!
    Isto é terrível, se assim é a exoneração é certa (ao fim de 2 anos sem componente lectiva perde-se o vínculo, certo?)

  17. Arlindo, (mais) uma dúvida:
    a colocação nos quadros do anexo VII pode acontecer de Setembro a Dezembro, após a saída dos primeiros horários, ou SÓ a partir de Dezembro, caso o QZP não consiga colocação nas 1ªs preferências (no boletim, o correspondente ao 1º ecrã)?

  18. E ainda em relação a outra resposta:
    «ATROPELOS? Eu considero mais INJUSTIÇAS.
    E ouve muitas em 2006 quando candidatos à afectação pior graduados ficaram mais perto da sua residência em horários de 8 horas do que outros que ficaram longe com 14 horas porque a lei permitia essa situação.

    Para não haver injustiças não acho que alguém fique em horários abaixo da sua componente lectiva.»
    Em relação ao último parágrafo. Não acha que, a ser como diz, se criarão injustiças ainda maiores?
    Então para quem vão esses horários de 14,12 ou 8horas?
    Para contratados? Enquanto QZP estão por colocar?
    Esta situação assusta-me terrivelmente!
    No meu QZP tenho 6 pessoas com melhor graduação do que eu. Geralmente os horários (mesmo de QZP) são altos (15,18h) mas obviamente incompletos; Os qzp disponíveis no tal anexo VII são impensáveis para mim; Segundo o que fiz, corro o risco de não apanhar horário no meu qzp, ver contratados a serem colocados e não posso concorrer para o ano?

    Por favor diga-me qual a sua opinião.
    Este cenário é demasiado assustador.
    LM

  19. É assustador e absurdo, mas parece-me ser esta a realidade.
    Qual é o grupo?
    Olhe que muitos horários completos ainda andam por ai.

  20. 4 — Sem prejuízo do número seguinte, os docentes dos
    quadros de zona pedagógica não colocados no concurso interno
    devem, além dos códigos referidos no artigo 12.º, manifestar
    preferências pelos agrupamentos de escolas ou escolas
    não agrupadas do âmbito geográfico de um outro quadro de
    zona pedagógica, de entre os identificados no aviso de abertura
    do concurso, para o respectivo grupo de recrutamento.

    10 — Os docentes colocados nos termos do n.º 4 podem
    opor -se ao concurso para satisfação de necessidades
    transitórias no ano seguinte.

    Lá vem a questão do devem e podem… Não acha que podemos incluir nos docentes que satisfazem os requisitos do ponto 4 os que manifestam preferências segundo o 12º mesmo os que deixam o quadro do anexo VII para quem dele precise?
    Estou a ficar em pânico.
    LM

    1. Para isso o número 10 incluía o número 5 também, que prevê o candidato não ter manifestado preferências por um outro QZP do anexo VII.
      A lei serve sempre para nos tramar.

  21. Será que sendo dos primeiros dez professores QZ (grupo 510; QZP 15) da última lista, terei necessidade de concorrer ao anexo VII?

    1. Tenta saber se existem QA que sejam obrigados a ir a DACL nas tuas proximidades.
      Pode muito bem acontecer que em vez de 10 possas ter mais.

  22. Arlindo, já tenho falado consigo noutro forum. Acabei de fazer a minha lista de opções de escolas e gostaria que comentasse, se está de acordo ou não. Sou QZP do Algarve, grupo 230. Neste QZP tenho 14 pessoas à minha frente por colocar. Como o QZP é enorme e como por razões pessoais, a ter de colocar outro QZP do anexo VII, colocarei o QZP 16- Viana do Castelo. Então ordenei no meu QZP de origem escolas até 50 Km de distância. Depois escolas do QZP de Viana do Castelo e de Braga e para o fim escolas ainda do meu QZP de origem mas muito distantes de casa e 2 do QZP 02-Baixo Alentejo (que ficam mais próximas de minha casa do que por exemplo Alcoutim ou Martinlongo. Tudo isto perfez um total de 71 escolas. Será que fiz bem? É que eu não quero ir parar à tal lista nominativa nem à bolsa de recrutamento! Desde já agradeço a sua atenção.

  23. Não me parece um concurso nada lógico.
    Se queres ficar no Algarve e só colocas o anexo VII por descargo de consciência acho que não deves colocar escolas nenhumas desse QZP (Viana e Braga), a não ser que para ti seja indiferente ficar em Viana ou no Algarve.
    Preenchendo o QZP de Viana no campo do anexo VII ficas livre de ir para a tal lista, que ainda não se sabe muito bem o que é.
    Acho que deves aguardar mais dois ou três dias para submeteres a candidatura até que se esclareça de que forma os DACL serão colocados.

  24. Estou nos primeiros 10 do meu grupo, 510, qzp de viana. Acha que preciso de concorrer aos quadros do anexo VII?

    E se o fizer, posso ficar colocada num desses quadros agora no fim de Agosto?
    Obrigada

    1. Existem muitas contradições sobre quando o anexo VII pode entrar nas preferências. Como tudo o que aqui tenho escrito parte de uma lógica que pode não ser a mesma da DGRHE, não me atrevo a dizer-te que sim ou que não.
      Para a minha lógica sim, mas só quando não existirem candidatos que tenham manifestado preferências por uma dessas escolas ou quando não existirem QZP’s por colocar dessa ZP.
      Não me atrevo a dar garantias não sabendo qual a forma que a DGRHE vai colocar os candidatos.

  25. Caro Arlindo, desculpa já te enviei este? Se sim sorry

    É elucidativo quanto ao mecanismo dos DACL

    http://mobilizacaoeunidadedosprofessores.blogspot.com/2009/07/regras-dos-concursos-dacl-e-contratados.html

    – Colocações DACL :

    – a aplicação informática percorre em primeiro lugar as preferências manifestadas aquando da 1º momento;

    – caso o docente não obtenha aí colocação, a aplicação percorre todas as escolas do QZP a que o docente pertence, segundo a ordem crescente dos códigos das suas escolas; este procedimento tem lugar mesmo que o docente não manifeste alguma preferência para o QZP a que pertence;

    – caso persista a não colocação do docente, a aplicação percorre o(s) QZP(s) assinalado(s) na 2º
    momento (“Sim”), respeitando a ordem indicada no caso de ter assinalado mais que um QZP, mas, dentro de cada QZP, segundo a ordem crescente dos códigos das seus estabelecimentos.

  26. Se forem efectuadas as colocações desta forma acho que as injustiças vão ser ENORMES.
    Imaginem que no próprio dia 31 de Agosto alguém fica no anexo VII a centenas de quilometros e na semana seguinte existir um lugar na sua primeira preferência e ficar lá colocado um de outro QZP menos graduado.

  27. Exactamente, Arlindo. Enormes e catastróficas.
    Daí a tentação de não concorrer ao anexo e confiar nos mil e um horários que vão “aparecer” agora ser bastante grande.

  28. Não havia necessidade de se proceder a esta forma de colocação. A que exemplifiquei seria muito mais lógica, os lugares seriam preenchidos na mesma e evitavam-se as grandes injustiças que aí vêm.

    E seria também possível incluir até final do mês de Setembro as colocações de DCE e DAR no caso das necessidades das escolas e ausência de candidatos a DACL, que não vinha mal ao mundo.
    E incluir também a renovação dos contratos para os candidatos que obtiverem horário anual até 31 de Dezembro.
    São colocações por 4 anos, BOLAS.

  29. Com os ‘mil e um horários que diz que há’, os QZP relativamente bem graduados, que poderiam agora, aproximar de casa, ficam PRESOS ao QZP de origem…e cara alegre que anda aí o fantasma da Bolsa e da Lista…
    É desanimador, imaginar mais 4 anos longe da minha filha…

  30. Peço desculpa por bater no ceguinho mas…tenho um nó na cabeça!
    Sou a 2.ª no meu QZP(20 – Douro Sul) do grupo 500.
    No 1.º quadro de manifestação de preferências posso colocar códigos de outros QZPs?
    Se colocar códigos de outro QZP do anexo VII estou a concorrer SÓ a essas escolas ou o sistema assume que estou interessada em todo o QZP?
    Obrigada desde já pelo seu esclarecimento.

  31. Olá. Primeira pergunta. SIM. No primeiro quadro só assume as preferências que escolheste. Se concorreres ao Anexo VII no segundo quadro assume todas as escolas desse QZP por ordem crescente de código de escola, embora na bolsa seja indiferente.

    1. Obrigada pelo esclarecimento. Nesse caso, não vou arriscar a concorrer a nenhum QZP do nefando anexo! (acho eu…). Ainda vou para a bolsa. Ao menos que seja azul.
      Arrisca a dar-me uma opinião?

  32. Arlindo, coloca-se esta questão por aí:

    Os QZP que concorram ao anexo VII ficam colocados antes dos QZP que não concorram aos quadros do anexo?

    Não vejo nada sobre isto.

    Acho que até Dezembro ficam todos os QZP por colocar devidamente graduados à espera de um lugar. A partir de Dezembro, saem da bolsa os que não concorreram ao anexo.

    Que achas?

  33. Podem ficar, mas longe.
    Imagina os QZP’s de Bragança e Vila real do primeiro ciclo que têm uma graduação elevada. Alguns concorrem com 40 de graduação. Se colocarem no anexo VII o QZP do porto, como não haverá muitos lugares nessas zonas ficarão nesse QZP do anexo (segundo esta lógica errada do concurso) relegando os do QZP 13 para a não colocação ou para outro QZP que tenham manifestado preferência no anexo.
    Vai ser um arrastão por completo e parece que toda a gente anda contente por assim ser.
    Os melhores graduados dos QZP´s do anexo vão estar tramados e ainda ninguém deve ter dado conta disso. Possivelmente até serão esses a ir para a tal lista nominativa porque não vão colocar nenhum QZP do anexo VII.
    Quem não colocar o anexo e não tiver colocação sai da bolsa e será colocado em funções lectivas ou não no âmbito do seu QZP.

  34. «Quem não colocar o anexo e não tiver colocação sai da bolsa e será colocado em funções lectivas ou não no âmbito do seu QZP.»
    Isto a partir de janeiro, certo?

    E de setembro a dezembro?
    não há “discriminação” pelos que não concorram ao anexo?

    Com estes senhores nunca estou confiante…
    LM

  35. Sim só a partir do dia 1 de Janeiro.
    A única discriminação é que se salvaguardam de parar longe, o que é uma boa discriminação.
    Vai ser a maior lotaria a nível de concursos. Pode calhar bem como pode calhar mal.

  36. Bom dia, já lhe tinha pedido ajuda e estava plenamente confiante com a sua resposta, mas lendo aquela informação do blog dos sindicatos fiquei novamente confusa.
    Eu quero sair do meu qzp, mas pelos vistos mesmo que não ponha a aplicação pode colocar-me lá. Então o melhor será colocar preferencias tb para o meu qzp?

    obrigada desde já pela atenção

  37. Pelos vistos sim.
    Caso contrário podes ficar no âmbito do teu QZP em qualquer uma por ordem crescente de código.

    Pode ser que sejas das que vão ser arrastadas para o anexo VII. lol

Os comentários estão fechados.