10 de Junho – "Dia da RAÇA"


Não é que eu desgoste do título, até lhe acho piada, mas ouve quem não lhe achasse.

 

“Um país onde as instituições não sejam fiáveis; um país que não cresça e não inove, criando riqueza e oportunidades para todos; um país sem uma escola de onde saiam elites capazes de integrar a sociedade do conhecimento e lidar com as tecnologias mais avançadas, um país que não confia no seu próprio futuro, por muito que possa orgulhar-se do seu passado, dificilmente pode aspirar a uma intervenção relevante no plano externo”, afirmou.

Temos de começar por ser exigentes e rigorosos connosco se queremos que o imenso património que herdámos e de que justificadamente nos orgulhamos se transforme num verdadeiro instrumento ao serviço do progresso e da prosperidade do nosso povo”, apelou Cavaco Silva, no seu discurso na sessão solene do Dia de Portugal, Camões e Comunidades Portuguesas, em Viana do Castelo.

Um pouco abstracto. O problema destes discursos presidenciais é que cada um interpreta conforme o que lhe dá mais jeito.

 

 

 

Anúncios

2 comentários a “10 de Junho – "Dia da RAÇA"”

  1. É pena que os que criticam Cavaco (e eu não posso com ele), não critiquem os Direitos Humanos na China, na Coreia do Norte, em Cuba e os milhões de mortos que o Comunismo fez. Lágrimas de crocodilo! Vêem o lenho no olho do outro mas não vêem a floresta à frente dos seus próprios olhos!

Os comentários estão fechados.