Uma ajuda preciosa para muitos milhares de docentes

Com o intuito de valorizar as autarquias com melhores vencimentos e formas de contrato, venho criar este espaço para divulgação das entidades promotoras mais atractivas quanto a condições de trabalho para os professores das Actividades de Enriquecimento Curricular.

Pode ser que esta iniciativa transposta para a blogosfera leve a que exista nivelação por cima e que fiquem desertas as candidaturas de quem tente regatear o preço por cada hora de trabalho.

 

Agradecia as seguintes respostas para tratamento e divulgação.

Entidade Promotora: Autarquia; AP; Agrupamento; Outra

Concelho:

Pagamento Hora: Reportados a períodos de 45min

Tipo de Contrato: Contrato de Trabalho a Termo Certo; Contrato de Trabalho Individual (Recibos Verdes)

Horas de Trabalho Semanal: Reportadas a tempos de 45min

Flexibilização do Horário Lectivo da Turma? Sim; Não.

Se sim. Quantas horas de flexibilização que a turma tem?

Anúncios

Despachando as AEC's

Saiu em pleno Maio o Despacho n.º 14460/2008 de 26 de Maio que regula as Actividades de Enriquecimento Curricular do 1º Ciclo. (Prova de que o despacho para o segundo ciclo só sairá para o ano ou cairá mesmo no esquecimento)

Nada de importante a alterar nem mesmo no que respeita à comparticipação que sobe de 250€ para os 262,5€ quando é oferecido todo o “pacote”.

O índice pela qual os professores recebem quando licenciados mantêm-se no valor mínimo do índice 126, ao menos isso passa a existir um valor mínimo. Não concordo com este índice de vencimento e mesmo em algumas reuniões da CAP o transmiti. Tendo em conta as exigências profissionais dos referidos professores estes deveriam obrigatóriamente ser abonados pelo índice 151.

Novidade mesmo só a introdução do Inglês a partir do 1º ano de escolaridade

 

Despachando as AEC’s

Saiu em pleno Maio o Despacho n.º 14460/2008 de 26 de Maio que regula as Actividades de Enriquecimento Curricular do 1º Ciclo. (Prova de que o despacho para o segundo ciclo só sairá para o ano ou cairá mesmo no esquecimento)

Nada de importante a alterar nem mesmo no que respeita à comparticipação que sobe de 250€ para os 262,5€ quando é oferecido todo o “pacote”.

O índice pela qual os professores recebem quando licenciados mantêm-se no valor mínimo do índice 126, ao menos isso passa a existir um valor mínimo. Não concordo com este índice de vencimento e mesmo em algumas reuniões da CAP o transmiti. Tendo em conta as exigências profissionais dos referidos professores estes deveriam obrigatóriamente ser abonados pelo índice 151.

Novidade mesmo só a introdução do Inglês a partir do 1º ano de escolaridade

 

Mais um emprego criado pelo Governo!

Num momento em que a situação financeira do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge é descrita como “paupérrima”, a entidade pública decidiu contratar uma assessora de imagem por 50 mil euros.
Em lugar do típico “pobrezinhos mas honestos”, o Instituto optou por um “pobrezinhos mas com boa imagem”. E de passagem contribui para manter Portugal como o país que apresenta maiores desigualdades sociais.